• ibrthe

Igreja Presente pelo Servir

Por Ivonaldo Lopes

Temos falado sobre os desafios de sermos uma igreja presente e vimos que uma igreja presente será caracterizada por suas ações, ou seja, ela não se fará presente apenas por seu nome, sua fama, sua tradição, seus rótulos, pois essas coisas por mais que tenham seu significado, não serão capazes de produzir o impacto que Jesus espera.

Uma igreja presente é aquela que não só ouve, mas põe em prática, que não apenas enxerga, mas toma atitude, que não somente espera, mas que está sempre adiante. Uma igreja presente tem como uma de suas principais características o servir, ou seja, uma igreja presente é uma igreja que serve.

Certa vez dois discípulos de Jesus o indagaram fazendo um pedido inusitado, eles queriam que Jesus os colocasse em uma posição de destaque quando este sentasse em seu trono, porém ao perceber a pretensão deles Jesus nos traz lições preciosas sobre como devemos enxergar as questões relacionadas ao serviço em seu reino.

Antes de mais nada é importante olhar para o texto de Marcos 10:42-45 e fazermos uma pergunta direcionada a nós mesmos: Estamos nessa vida para servir ou sermos servidos? Vivemos em uma sociedade onde, aquele que serve nunca é reconhecido e valorizado, e é justamente esse pensamento que torna o mundo mais pretencioso e egoísta, cheio de ganância e vaidade, esse foi o pensamento que Tiago e João tiveram naquele momento quando estavam com Jesus. “Permite que, na tua glória, nos assentemos um à tua direita e o outro à tua esquerda". Marcos 10:37

Jesus então nos mostra algumas lições importantes.

1°) Jamais devemos seguir os padrões do mundo.

- “Jesus os chamou e disse: "Vocês sabem que aqueles que são considerados governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês” Marcos 10:42,43. Esqueça os padrões que você foi ensinado em ralação a servir e ser servido, pois Jesus diz que entre nós não será assim. No reino de Deus as coisas são inversas, não importa a posição, o nome, o cargo, os bens. Todos são servos, isso Ele deixou bem claro quando lavou os pés de seus discípulos. “Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros”. João 13:14. Uma igreja presente é uma igreja que enxerga o servir pela ótica de Jesus e não do mundo.

2°) O mais importante é aquele que serve.

“Não será assim entre vocês. Pelo contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo; e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo de todos”. Marcos 10:43,44. No reino de Deus o valor e importância das pessoas são medidas pela atitudes de servir, não é porque eu prego bem, leio mais a bíblia, passo muito tempo em oração, não falto um culto, devolvo sempre o meu dízimo etc.

Nesse texto Jesus não está dizendo que os discípulos devem servir para se tornarem importantes, pois não é muito difícil identificar uma pessoa que faz as coisas para obter reconhecimento, essa expressão “tornar-se importante” não tem a ver com ego ou vaidade, mas com identidade, quando eu entendo que antes de ser qualquer outra coisa eu sou servo. Paulo, servo de Cristo Jesus, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus”, Romanos 1:1. A primeira coisa que um cristão precisa reconhecer em sua caminhada é que ele é servo.

3°) Siga o meu exemplo.

- “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos". Marcos 10:45. Jesus está dizendo: Se você quer ser servo, aprenda de mim, olhe para o meu exemplo e pratique as coisas que eu fiz. Jesus não veio ao mundo para posar de filho de Deus, para ser bajulado, Ele não veio para ser servido, e isso deve ser para nós algo que nos faça refletir a todo instante: Será que minhas ações e atitudes são as de uma pessoa que está mais preocupado em servir ou ser servido? Paulo nos mostra qual foi a atitude que Jesus tomou para se tornar o servo que foi. “Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz”! Filipenses 2:5-8.

Se quisermos realmente seguir os passos de Jesus e impactar o mundo ao nosso redor, é necessário que as nossas atitudes sejam as mesmas que Ele tomou, Ele saiu de sua zona de conforto ao não se apegar ao fato de ser igual a Deus, Ele se esvaziou de si mesmo, ou seja, deixou de olhar para dentro de si e se voltou para os que estavam fora, se tornou humano, vivendo e conhecendo na carne as necessidades dos homens. Ele veio simplesmente para servir a todos nós.


Perguntas para refletir:

1. Será que a minha postura tem sido a de alguém que está mais preocupado em servir, do que ser servido?


2. Quais obstáculos tem lhe impedido de ser um servo comprometido em servir os outros?

3. Quais atitudes precisamos tomar para sermos servos parecidos com Jesus?


Fazer Download em PDF:

GUIA-003-IGREJA_PRESENTE-PELO-SERVICO
.pd
Download PD • 228KB

40 visualizações

© 2020 por IBRTHE

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Twitter
  • Spotify - Black Circle
  • Preto Ícone Deezer

Todos os direitos reservados.