• ibrthe

Igreja presente de casa em casa

Por Erivan Pedro

O intuito da Série Igreja Presente é fazer um paralelo entre nosso modo de ser e de viver igreja e o modelo bíblico vivido pelos primeiros cristãos.

O pastor e escritor Bill Hybels em um dos seus livros pergunta: “Qual é a igreja mais importante do mundo?” A resposta: É a igreja que Deus está edificando dentro de você.

Quais seriam então as marcas dessa igreja que ainda hoje pode abalar o mundo? Para responder essa pergunta, precisamos olhar não para as igrejas contemporâneas, mas para a igreja mãe, para a igreja de Jerusalém.

Semana passada o Pr. Ivonaldo nos levou até a Igreja Primitiva, dos Atos dos Apóstolos, para de lá nos desafiar a compreender nossa Missão como Igreja Presente. Agora, o que vamos fazer é continuar nesta análise, observando o modo de vida dos primeiros cristãos e identificar neles algumas “marcas”; marcas que levaram aquela igreja a impactar o mundo.

Algo bem marcante sobre essa igreja está em Atos 5:42, que diz: “Todos os dias, no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o Cristo”.

Uma de suas marcas: Eles Viviam Igreja de Casa em Casa.

Vou sublinhar neste texto esta expressão “de casa em casa” porque ela revela algo muito especial da vida dos cristãos que chamamos primitivos, os primeiros.

Este cristianismo que acontece ao redor da morte e da ressurreição de Jesus mas que supervisionado, conduzido, acompanhado e estimulado pelos 12 apóstolos tem como lugar central “a casa”. Por isso Paulo, quando se despedia dos líderes espirituais das igrejas da Ásia, em Atos 20:17-21, diz que exortava, aconselhava, cobria com suas lágrimas e intercessão a vida dos outros publicamente e de casa em casa.

Eles entenderam que Deus não habitava mais em um templo, isolado por um véu, num lugar chamado santo dos santos, dentro de uma arca. Eles entenderam que Deus nos fez morada do Seu Espírito Santo. Nesta verdade não há lugar para templos sagrados, santuários terrestres ou coisa do tipo, mas sim, servos fiéis que buscam viver uma vida de justiça e de santidade.

O testemunho daqueles homens e mulheres testificou ao mundo muito da vida e do amor de Jesus, pois entre eles o proclamar a verdade e o temor em vivê-la eram características indispensáveis na vida diária.

Os ajuntamentos da igreja descritos em Atos, que se reuniam nos lares, eram uma parte estratégica da igreja maior, e a Bíblia nos diz que esses grupos eram grupos com propósitos.

Todos se concentravam em todos os propósitos bíblicos; eles tinham comunhão, discipulavam, ministravam, evangelizavam e adoravam. E é particularmente significativo o fato de que mantinham equilíbrio entre os cinco propósitos bíblicos, que é a base para a saúde.

O estilo de vida da igreja impactava a sociedade: melhores maridos, melhores esposas, melhores filhos, melhores pais, melhores estudantes, melhores profissionais. Pela ação soberana de Deus, experimentava um crescimento numérico diário. Atos 2:42-47

Em nossa comunidade, Deus também tem encontrado corações abertos dispostos a servi-lo, a adorá-lo, a discipular seus filhos. Nossa igreja aprendeu a importância de manter viva a sã doutrina aliada a grande celebração festiva no templo e a importância do acompanhamento, do andar juntos, da vida na vida, do evangelismo e da oração nos lares, nas casas, no grupo.


Perguntas para refletir:

1. Você concorda que o trabalho de igreja de casa em casa é importante para manter a saúde da Igreja?


2. Você conhece o trabalho dos Grupos Multiplicadores da Igreja? Caso conheça, conte-nos um pouco sobre sua experiência com esses grupos.


Fazer Download em PDF:

GUIA-002-IGREJA_PRESENTE-DE-CASA-EM-CASA
.
Download • 221KB

19 visualizações

© 2020 por IBRTHE

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Twitter
  • Spotify - Black Circle
  • Preto Ícone Deezer

Todos os direitos reservados.