• ibrthe

Eu sou a luz do mundo

Por Isaac Melo

Estamos numa série de Mensagens sobre os EU SOU de Jesus. Como aprendemos na semana passada, quando Jesus usa a expressão EU SOU, é uma referência a sua origem divina. Para demonstrar que ele é realmente o filho de Deus.

Para os judeus isso era uma ofensa, pois apenas Deus poderia se referir a si mesmo dessa forma. Eles não conseguiam aceitar o fato de Jesus ser o Deus que se tornou homem.

Vamos falar hoje o EU SOU a luz do mundo.

Quando Jesus declara que é a luz do mundo, ele está falando da sua obra no mundo. E o que Jesus veio fazer no mundo foi dar vida ao homem. Assim, Cristo é a luz da vida, é a luz que dá vida.

Como quando Isaias profetiza sobre a vinda de Jesus, ele diz: “O povo que caminhava em trevas viu uma grande luz; sobre os que viviam na terra da sombra da morte raiou uma luz” (Isaias 9.2). A luz representa a vida e as trevas a morte. E a luz, que é Cristo, veio para iluminar as trevas da morte.

Quando apresenta Jesus no seu evangelho, o apóstolo João, entre outras coisas, diz: Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens. A luz brilha nas trevas, e as trevas não a derrotaram" (João 1.4-5).

O próprio Jesus diz de si mesmo: “Falando novamente ao povo, Jesus disse: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida” (João 8.12).

Assim como nos outros EU SOU, Jesus faz uma afirmação absoluta. Jesus declara ser A luz do mundo, no sentido de ser a única luz, o único capaz de iluminar a escuridão. Ele não é uma das luzes que ilumina; Ele não é a luz que ilumina mais que as outras; Mas A LUZ do mundo. Só existe uma luz para o mundo. Somente ele ilumina verdadeiramente esse mundo. Somente ele vence as trevas.

Assim como Jesus é o pão que sacia a fome e mata a sede, ele também é a luz que ilumina a nossa escuridão. Sem Jesus somos pessoas que nunca estão satisfeitos, sempre em busca de algo para nos deixar completos e felizes. Podemos procurar em qualquer lugar, mas só Jesus é o alimento que nos satisfaz. Da mesma forma, sem Jesus estamos na escuridão.

Você pode dizer: “Eu não estou na escuridão! Porque mesmo de noite, eu posso acender uma lâmpada que ilumina ao meu redor”. Mas quando Jesus diz que é a luz que nos tira da escuridão, ele se refere à verdadeira escuridão, a escuridão que realmente nos deixa cegos. É a escuridão que existe dentro de nós.

A escuridão habita nosso interior quando Deus está ausente das nossas vidas. É a escuridão do pecado. Todos estamos perdidos nas trevas, sem saber para onde ir, porque só Jesus pode iluminar o nosso interior.

Em 2 Coríntios 4.4, isso fica ainda mais claro: “O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”.

O deus desta era se refere ao diabo. Ele cega o entendimento daqueles que não foram iluminados por Cristo. Sem entendimento não conseguimos fazer as escolhas certas em nossa vida.

Viver na escuridão é viver à parte de Deus, sem deixar Ele guiar as nossas vidas. Assim nos perdemos de nós mesmos, sofremos e fazemos sofrer e nos tornamos prisioneiros de pecados e vícios que não nos fazem felizes. Procuramos sentido e paz no que fazemos, mas não encontramos.

Mas se seguirmos a Jesus, recebemos a verdadeira luz e não andamos nas trevas. Encontramos um sentido e encontramos paz. Nos libertamos do pecado e dos vícios. E principalmente, a luz que é Cristo nos conduz nessa vida até a vida eterna.

E como fazemos para receber a luz da vida que nos liberta das trevas? Seguindo a Jesus. Fazemos isso quando o convidamos para entrar em nossas vidas e assumimos o compromisso de obedecer a sua vontade. Deixando-o guiar as nossas escolhas.

O maior medo da humanidade é a morte, por isso temos tido tanto medo nos tempos atuais. Mas Jesus é a luz que ilumina até a escuridão da morte. E prevalece sobre ela. Ele é a verdadeira luz, porque é a luz que traz vida. E somente quem recebe a luz que é Cristo tem a luz da vida. E essa vida é a vida plena, vida abundante, vida eterna.

E nós que recebemos a luz de Cristo, tivemos nossa vida transformada, vencemos a morte e recebemos a vida eterna, somos chamados para refletir a luz de Cristo para o mundo.

Nós mesmos não somos a fonte da luz, mas recebemos daquele que é a luz da vida. E somos chamados por Jesus para iluminar aqueles que estão na escuridão, levando a luz da vida, para que outros também possam viver.

É isso que diz Mateus 5.14a,16: “Vocês são a luz do mundo. (...) Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus”.

Brilhar no mundo é manifestar a Cristo através da nossa vida e das obras que realizamos. Para que outros possam também sair das trevas em direção à luz.

Perguntas para refletir:


1. O que a luz de Cristo faz em nossas vidas?

2. Como fazer para receber a luz da vida?

3. Somos chamados também para brilhar a nossa luz diante dos homens, o que nós fazemos que manifesta a luz em nós?


Fazer Download em PDF:

GUIA-EU-SOU-02
.pdf
Download PDF • 285KB

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2021 por IBRTHE

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Twitter
  • Spotify - Black Circle
  • Preto Ícone Deezer

Todos os direitos reservados.