• ibrthe

A Obra do Espírito Santo

Por Ivonaldo Lopes

Na última mensagem aprendemos que o Espírito Santo possui características especiais, dentre elas há duas que demonstram toda a sua importância: 1)Ele é uma pessoa, isso mostra toda sua capacidade de se relacionas conosco, e 2)Ele é Deus, ou seja, possui os mesmos atributos divinos do Pai e do Filho.

Hoje falaremos sobre a sua função, sobre sua obra em nossas vidas, focaremos em seu ministério após Jesus ter concluído sua missão, pois sabemos que o Espiro Santo atua na humanidade desde a criação.

Em João 16:7-15, Jesus fala sobre a obra do Espírito Santo abordando três funções importantes que Ele iria desempenhar em nossas vidas. É importante ressaltar que o Espírito só poderia iniciar seu ministério quando Jesus concluísse sua missão, é o próprio Cristo que afirma isso: “Mas eu lhes afirmo que é para o bem de vocês que eu vou. Se eu não for, o Conselheiro não virá para vocês; mas se eu for, eu o enviarei (João 16:7).

Por qual motivo teria que ser assim? Por que o Espírito Santo não poderia iniciar seu ministério junto com o de Jesus? A resposta é simples: O Espírito Santo estava presente na vida de Jesus, auxiliando em seu ministério, isso é visto na ocasião dos batismos quando o Espírito desce sobre Ele em formato de pomba. Um segundo motivo é que a presença de Jesus era suficiente, Ele já desempenhava a função do Espírito, a única diferença é que isso se dava de forma física. A terceira razão era que os discípulos precisavam estar preparados para receber o Espírito Santo e para isso acontecer Jesus teria que completar a sua obra.

“E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre” (João 14:16), no original grego, a palavra outro significa outra pessoa que é exatamente como a primeira. Jesus estava dizendo que aquele que estava por vir seria exatamente como Ele. Quando Jesus diz em Mateus 28:20: “Eis que estarei convosco todos os dias”, Ele estaria presente todos os dias na pessoa do Espírito Santo.

Jesus destaca nesse texto de João 16 três aspectos a obra do Espírito Santo:

1°) Convencer o mundo (v.8)

A primeira e grande finalidade do Espírito é a de convencer o mundo. Aqui o mundo se configura pelas pessoas e não pelo sistema de ideias e pensamentos que se opõe a Deus, portanto revela que a ação do Espirito se dá bem antes de conhecê-lo; isso mostra que seria impossível a humanidade reconhecer sua condição de pecador, se não houvesse uma intervenção direta do Espírito Santo: “O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus” (2 Coríntios 4:4).

Só o Espírito Santo pode abrir os nossos olhos, só Ele pode nos convencer da profundidade do nosso pecado e somente Ele pode nos convencer da veracidade do evangelho.

2°) Guiar em toda verdade

“Mas quando o Espírito da verdade vier, ele os guiará a toda a verdade. Não falará de si mesmo; falará apenas o que ouvir, e lhes anunciará o que está por vir” (João 16:13).

Guiar é o mesmo que conduzir, isso caracteriza muito bem o papel do Espírito. A palavra grega traduzida como "Consolador" ou "Conselheiro" é parakletos, que significa "aquele chamado para vir ao lado de outro", ou seja, a finalidade do Espírito é exatamente a de substituir a presença física de Jesus, que esteve ao lado dos discípulos, guiando, conduzindo, cuidando e consolando. Ser guiado pelo Espírito significa abrir mão de minhas próprias vontades, de minhas intuições e entregar o meu destino em suas mãos. Todos os que são nascidos do Espírito, precisam ser guiados pelo Espírito: “O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito" (João 3:8).

3°) Glorificar a Jesus.

“Ele me glorificará, porque receberá do que é meu e o tornará conhecido a vocês” (João 16:14).

Toda e qualquer manifestação do Espírito Santo em nossas vidas deve ter como finalidade exaltar a pessoa de Jesus Cristo. A obra do Espírito Santo tem como finalidade principal manter viva em nós tudo o que Jesus ensinou: “Ele nos fará lembrar o que vos tenho dito”.

O ministério do Espírito Santo é fazer com que nós não venhamos perder o foco de Jesus Cristo, assim como Jesus glorificava o Pai: eu farei o que vocês pedirem em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho” (João 14:13)


Perguntas para refletir:


1. Como o Espírito Santo tem lhe convencido sobre sua necessidade de abandonar a vida de pecado?

2. Como o Espírito Santo atua sendo seu conselheiro diário? Como isso acontece?

3. Como a pessoa de Jesus Cristo tem sido glorificado através da ação do Espírito Santo em sua vida?


Fazer Download em PDF:

GUIA-002-CONSOLADOR-A-OBRA-DO-ESPIRITO-S
.
Download • 351KB

30 visualizações

© 2020 por IBRTHE

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Twitter
  • Spotify - Black Circle
  • Preto Ícone Deezer

Todos os direitos reservados.